QUEM SOMOS

 

Nossa História 

O Instituto Hugolino Andrade nasceu no ano de 1939, como obra de Hugolino Leal de Andrade. Em 1954, o Instituto passou a funcionar no edifício Palácio do Comércio, amplamente modernizado, como "verdadeiro orgulho para os santanenses''. 

Em 1990 morre o Dr. Hugolino Andrade aos 85 anos. O médico Rubens Tadeu Rosa Barros integrou-se ao Instituto de Radiologia em 1977 sendo que a partir de 1990 dá continuidade ao trabalho do mestre fundador. A médica Margot Cartana passou a fazer parte da equipe em 1982. Ambos médicos radiologistas com residência médica e título de especialistas em radiologia.


Dr. Hugolino Andrade.
Texto:Ivo Caggiani

 
Seu pai, o farmacêutico Hugolino Cruxen de Andrade Faria, foi um dos valores mais ilustres desta terra, cujos feitos e benemerência a história local registra em letras de ouro. Santanense nascido em 1875, era filho de Antonio de Azevedo, natural da Bahia, e de Benvinda Cruxen, descendente de velhos troncos espanhóis que para aqui vieram e que escreveram uma crônica de heroísmo, pois seus dias foram desenvolvidos sob o compasso de uma atividade fecunda e civilizadora. Republicano ardoroso, além de vários cargos públicos que ocupou, teve a honra de administrar sua terra natal como prefeito municipal no período de 1928 a 1933.

Sua mãe, Elisa Leal de Andrade, dama de excelsas virtudes, natural da Bahia, filha de Antonio Fernandes Leal e de Maria Luiza Guedes Leal, esteve sempre ligada a todos os movimentos assistenciais que se registraram em Sant´Ana. E foi de tal forma a sua dedicação pela prática da caridade, que bem merecia o título de benemérita da cidade. A todas essas qualidades juntava as de esposa e mãe exemplar.

Seu tio, o farmacêutico Alfredo Leal, ocupou sitial proeminente no Rio Grande e em São Paulo, sendo inclusive um dos fundadores da antiga Escola de Medicina e Farmácia do Rio Grande do Sul, hoje Faculdade de medicina de UFRGS. Nascido a 8 de novembro de 1905, Hugolino Leal de Andrade
estava destinado, pelo berço, a ocupar um lugar saliente na comunidade. Após os primeiros estudos realizados na terra natal, transferiu-se para a antiga capital da República, onde ingressou na Faculdade, tendo concluído, com brilhantismo, o curso de medicina em 1927. De retorno a Sant´Ana, com apenas vinte e dois anos, dedicou-se à profissão.

Mas seguindo o exemplo do pai, passou a militar na política nas fileiras do Partido Republicano, ao lado de Flores da Cunha, de quem foi amigo pessoal e a quem sempre acompanhou com rara lealdade, inclusive participando da Revolução de 1930. O primeiro centro de atuação do jovem médico que ensaiava os primeiros passos de sua vida profissional, verdadeiro sacerdócio do bem, teve como cenário a Santa Casa de Misericórdia, que o altruísmo de um filho do General Osório, o Dr. Adolpho Osório, permitiu que fosse uma realidade, um oásis onde a pobreza tem encontrado desde o inicio deste século o lenitivo para suas dores físicas pela mão amiga de abnegados facultativos.

E alí, ao lado de outros nomes tutelares da medicina santanense, já na época experientes e encanecidos e que de há muito transformaram-se apenas numa saudade, iniciou a caminhada extraordinária que durou mais de seis décadas.

Foram sessenta e três anos de trabalho digno, palmilhado as vezes, em meio a borrascosos tempos mas que representaram uma réstea maravilhosa de luz a indicar aos mais moços, às novas gerações, a beleza do que significa uma vida cheia de idealismo sadio, de bondade e de amor ao próximo.

Apesar de exercer o saudoso Dr. Hugolino Leal de Andrade, desde 1932, a especialidade radiológica, então em velho aparelho de nossa Santa Casa de Misericórdia, só em 1939 instalou-se com o Instituto próprio, no antigo Largo do Internacional, que hoje leva merecidamente seu nome, junto a linha divisória com o Uruguai, adquirindo equipamentos que embora modestos na ocasião já representavam alguma coisa no que diz respeito à melhoria dos serviços radiológicos.

Sem dúvida era uma idéia arriscada porque existiam em Montevidéu institutos especializados e grandes clínicas, dentre as quais a do Dr. Barsa, um mestre nessa ciência e para onde acorriam tanto riverenses como santanenses. A capital oriental era então o centro, a verdadeira Meca da medicina, com seus grandes hospitais particulares e públicos, atendendo, inclusive, considerável parcela de brasileiros, principalmente do Rio Grande do Sul.

Abandonar a clínica médica para dedicar-se a um empreendimento dessa natureza era, na realidade, uma temeridade que Hugolino Andrade enfrentou com coragem, com firmeza e com dedicação, qualidades próprias daqueles que acreditam em seus próprios valores. Em 1947, o Instituto de Radiologia foi modernizado. Já por esses anos Hugolino Andrade encontrava-se muito bem conceituado nos meios da medicina sul-riograndense e mesmo no Uruguai, em cuja zona norte seu nome desfrutava de grande e merecido prestígio. Espírito inquieto e progressista, inaugurou em 1954, no Edifício Palácio do Comércio - o primeiro a ser construído em Sant´Ana do Livramento-, um moderno Instituto Radiológico, verdadeiro orgulho de nossa terra e à cuja frente se encontra hoje o competente Dr. Rubens Tadeu Rosa Barros, continuador digno da trajetória de Hugolino Andrade.

Equipado com um aparelho "Néo-Tridor" Siemens de 1.000 milamperes com dois postos de serviço, possuía a nossa terra, na época, o mais possante aparelho para rádio-diagnóstico que se fabricava no mundo.
 
Nessa oportunidade o Instituto contava com a valiosa cooperação do jovem médico uruguaio Dr. Oscar Riera, oriundo da prestigiosa escola de radiologia do vizinho país, e com a capacidade técnica de Pedro Machado Alves, Alba e Zulma Soares. Poucos meses depois o Instituto iniciou um serviço de radioterapia superficial que veio suprir uma grande lacuna no combate a inúmeras moléstias da pele. Era a primeira etapa para a iniciação de moderna secção de radioterapia profunda. Dedicado ao estudo, verdadeiro cientista, Hugolino Andrade, no transcorrer dos anos, foi se impondo como uma das grandes autoridades na radiologia, amplamente reconhecido entre todos aqueles que neste país se dedicam a essa especialidade. Pelo seus méritos, pelo seu saber conquistado em longos anos de labor ininterrupto, Hugolino Andrade, em 1963, recebeu o grande galardão de sua vida profissional, ao ser aclamado por unanimidade, durante Congresso realizado no Recife, no Estado de Pernambuco, Presidente do Colégio Brasileiro de Radiologia, o que encheu de incontida alegria não só a classe médica do Rio Grande do Sul e de Sant`Ana do Livramento, mas principalmente os seus conterrâneos.

Para um médico que exercia suas atividades profissionais nos confins do Brasil, em plena campanha riograndense, esse título foi o maior reconhecimento que poderia receber o seu trabalho e a confirmação do conceito e do respeito que merecia por parte daqueles que labutavam na radiologia brasileira. Membro do Colégio Brasileiro de Radiologia e do Colégio Interamericano de Radiologia, da Sociedade Brasileira de Radiologia da Guanabara e sócio honorário da sociedade Portuguesa de Radiologia e medicina Nuclear, Hugolino Andrade foi vice-presidente do Colégio Brasileiro de Radiologia, vice-presidente da Associação Médica do Rio Grande do Sul e membro do Conselho Consultivo do Colégio Brasileiro de Radiologia. Foi ainda vice-presidente do VIII Congresso Mundial de Hidatidose e Presidente por mais de uma vez da Sociedade Santanense de Medicina. Hugolino Andrade, cujo nome é um símbolo na medicina e principalmente na radiologia entre nós, pela sua capacidade conseguiu a vitória mais significativa, a de ser grande, ser respeitado inclusive internacionalmente, sem sair de sua terra natal, esta Sant´Ana do Livramento que ele tanto amou e que tanto dignificou.

Os conterrâneos perpetuaram o seu nome no antigo Largo do Internacional que foi o cenário de suas atividades profissionais e os amigos ergueram ali o seu busto para que as novas gerações possam admirar no bronze imperecível e consagrador a fisionomia de um homem que honrou a sua terra e a sua gente.

A História Moderna

Em 1977 integra-se ao Instituto de Radiologia o Dr. Rubens Tadeu Rosa Barros, filho de Antonio da Silva Barros e Eulalia Rosa Barros, natural de Sant'Ana do Livramento, formado em medicina pela Universidade Federal de Santa Maria, tendo feito curso de especialização em radiologia no Instituto Estadual de Radiologia e Medicina Nuclear do Rio de Janeiro, sob a chefia do Prof. Abércio Arantes Pereira, grande mestre da Radiologia Brasileira, professor titular das Universidades Federal e Estadual do Rio de Janeiro.

Traz novas técnicas e introduz a radiologia intervencionista.

Em 1980 se afasta do serviço para se especializar em ultrassonografia, um método revolucionário de diagnóstico sem radiação ionizante, que começa a chegar no Brasil. Em 1982 o Instituto adquire o primeiro aparelho de ultrassom, um Toshiba SAL 40, considerado o melhor equipamento da época - e pioneiro em toda a metade sul do estado. Lentamente começa a ensinar e impor este método de diagnóstico fantástico pela sua inocuidade e poder de visualização interna.

Em 1982 se incorpora ao Instituto a Dra. Margot CartanaProlla, natural também de Livramento, formada pela Universidade Federal de Santa Maria com residência médica em radiologia no Hospital Lazaroto e Clínica Serdil.

1985 é criado o primeiro braço externo do Inst.Hugolino Andrade , o Centro de Ecografia Livramento Ltda , com a compra do primeiro ecógrafo com Doppler para a realização de ecocardiografia. A sociedade é formada pelos cardiologista João José Freitas e Fernando Guadalupe, e pelos médicos radiologista do Inst.HugolinoAndrade . Mais tarde o Dr Freitas se retira da sociedade. O centro de ecografia tem sede na Santa Casa de Misericórdia de Santana do Livramento

Em 1989 inicia-se o processo de informatização completa da clínica. Sucessivas melhoras em Ris e Pacs dão o suporte necessário para as expansões futuras.

Com o falecimento do Dr. Hugolino Andrade em 1990, assume a direção médica o radiologista Dr Rubens Barros com a tarefa de continuar a grande obra do mestre.

Em 1990 a segunda expansão . Os médicos do Inst.Hugolino Andrade junto com o Dr Carlos Alberto Viera (neurocirurgião) e o DrLuis Mario Gonçalves (médico radiologista da cidade de Dom Pedrito) compram o primeiro equipamento de tomografia computadorizada da região da campanha abrangendo o sul do Brasil e o norte do Uruguai .Instalam-o na Santa Casa de Misericórdia de Santana do Livramento e constituem a Empresa Citac , subsidiária do Inst.Hugolino Andrade. Um ano após o DrLuis Mario Gonçalves se retira da sociedade.

Em 1992 é adquirido o primeiro mamógrafo de alta definição, pioneiro na região, proporcionando um salto de qualidade na avaliação do grande mal do século para as mulheres.

Em 1993, após trocas sucessivas de equipamentos, adquire-se o primeiro ecógrafo com Doppler colorido, com substancial melhora para todas as áreas principalmente para ecocardiografia, ecografia vascular e obstétrica .

Cursos de aperfeiçoamento da equipe médica e de funcionários tornam-se uma constante para acompanhar a modernidade das novas técnicas introduzidas.

O ano de 1994 começa com a criação do Departamento de Radiologia Odontológica, chegando para chefiá-la a Dra. Martha Santos. Posteriormente agrega-se a Dra Cristina Lara que virá a substituir a Dra Santos com o afastamento desta.

Em 1998 iniciou-se a construção do Centro Clinico que abrigará o futuro Instituto.

O ano de 2000 marcou a chegada da densitometria óssea de corpo inteiro, com o equipamento Prodigy Lunar, o primeiro desse modelo a chegar no Brasil. O Prodigy Lunar permite avaliar conteúdo mineral ósseo da coluna, fêmur, ante-braço, fornecendo dados de massa do corpo inteiro (muscular, gorduras e mineral).

Em 2000 o Instituto comprou um mamógrafo GE , com estereotaxia. O mamógrafo, que já tem plataforma para digital, completou as modificações do departamento, que adquiriu o selo de "qualidade'' do Colégio Brasileiro de Radiologia e da Comissão de Energia Nuclear. 2001 é o ano da ecografia totalmente digital, com o equipamento Logic 500 Pro.

Em 2004 o Instituto muda-se para a nova sede, projetada com a finalidade única de trazer conforto e funcionalidade , beneficiando aos clientes, médicos e funcionários. Depois de 50 anos no porão do prédio Palácio do Comércio, sede da Acil, o Inst.Hugolino Andrade muda-se para sede própria, pronto para alavancar voos maiores.

Neste ano, assume o departamento de marketing e propaganda a jornalista Bibiana Cardoso Barros, formada pela Famecos ( PUC-RS) em publicidade e jornalismo.

Em constate reformulação, novos equipamentos de ultra-sonografiamultifrequenciais fixos e móveis são adquiridos.

2007 mantém-se o pioneirismo regional com o advento da Ressonância Magnética. O equipamento Profile 5 de baixo campo deu um outro patamar de qualidade acrescentando o que faltava na gama de exames ofertados.

2010 é hora da Tomografia Multislice, um grande incremento em relação a tomografia convencional.

Neste mesmo ano começa a renovação da equipe médica com o advento do Dr Marcelo Cardoso Barros, com formação médica em Pelotas e radiológica por 3 anos no hospital Servidores do Estado de São Paulo e um ano de ressonância magnética no grupo D'or no Rio de Janeiro com o Dr Ricardo Andrade Pinheiro, neto dileto do fundador do Instituto Hugolino Andrade.

2014 começa repleto de grandes novidades. Retorna para a cidade e integra-se ao grupo a Dr.a Natalia Cardoso Barros, com formação de 4 anos no hospital Beneficência Portuguesa em São Paulo com um ano de fellow em corpo.

Inicia-se a construção do site da Ressonância Magnética de alto campo que é instalada no meio deste ano catapultando o departamento para o mesmo nível dos grandes centros. No final do ano a nova unidade Citac Quaraí faz história realizando a primeira tomografia computadorizada no município.

Ainda reformulamos o nosso site que passou de 50 mil acessos. O novo site, realizado pelo Lica Almeida, inovou colocando à disposição dos clientes o agendamento online. Também estamos presentes nas redes sociais, e deixamos o perfil no facebook para criar a Fanpage do Instituto.
 


                                                         


CENTRAL DE ATENDIMENTO: (55) 3242-3033
Rua Manduca Rodrigues, 200   -   Sant'Ana do Livramento   -   RS